por que não você?

bom dia. quando chegamos a sua caixa de entrada, os contextos são diferentes. em minas, o sol já nasceu há 3 minutos. em são paulo, ainda não. em vitória, faz meia hora. se até o sol varia...

Olimpíadas devem acontecer a qualquer custo

MUNDO

Talvez você nem se lembre, mas esse ano era ano olímpico. Talvez você também não se recorde, mas o Japão, que iria sediar os jogos, resistiu bastante até decidir adiá-los. A preocupação do país era grande no início da pandemia em relação aos investimentos feitos e não se tinha tanta certeza quanto ao potencial do vírus.

Hoje, uma reunião importante da comissão executiva do COI será realizada e é decisiva. A pauta é a definição dos detalhes e preparativos para que os Jogos Olímpicos realmente aconteçam na nova data prevista: entre 23 de julho e 8 de agosto de 2021.

Expandindo o foco: Não é tão simples quanto parece definir uma data para o evento e desconsiderar o tempo de preparo dos atletas de diferentes países e contextos. Enquanto não houver uma uniformidade em relação aos procedimentos de segurança adequados contra o vírus ou uma vacina eficaz em larga escala, pode ser difícil criar um consenso para realização das Olimpíadas.

Outro ponto relevante… Investimentos e patrocinadores. Estima-se que o Japão tenha investido mais de 1 trilhão de yens (cerca de R$ 45 bilhões), para realização dos jogos. O valor foi sete vezes maior do que o orçado inicialmente e tudo que as autoridades não querem é que parte disso se torne prejuízo.

O que mais foi relevante em termos mundiais?

Votar é preciso e aqui estão as regras

BRASIL

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) definiu ontem as recomendações para a população brasileira diante das eleições municipais que se aproximam. Para te contextualizar — sim, nós também ficamos um pouco desligados do tema — eleitores devem comparecer às urnas nos dias 15 e 29 de novembro, para primeiro e segundo turno, respectivemente.

Antes de tudo, números: Somos cerca de 148 milhões de eleitores, ou seja, uma média de 400 eleitores por seção eleitoral (400 mil).

O que muda na prática? Nada demais, ou melhor, nada que você não esteja acostumado a fazer em tempos pandêmicos. Por exemplo, o eleitor que se recusar a higienizar as mãos antes de votar poderá ser impedido de fazê-lo.

Além disso, não serão compartilhados itens e as urnas não serão limpas a cada votação e, por isso, cabe a cada eleitor tomar seus cuidados. Sem mão na boca, coçar o olho e tudo que você já sabe…

Outra coisa óbiva: quem apresentar sintomas, febre no dia de votar ou tiver sido diagnosticado com o vírus nos 14 dias antes não deverá comparecer e pode justificar a ausência posteriormente.

Além disso, o que mais é destaque no país?

Elon andando de Volkswagen? 

TECNOLOGIA

Você já planeja comprar um carro elétrico? Tudo indica que eles serão o padrão em um futuro bem próximo. Pelo menos, é o que concluímos com as várias notícias de ontem. Vamos lá: 

Ontem, a General Motors anunciou um acordo de 2 bilhões de dólares para comprar 11% da Nikola Motoruma fabricante de veículos elétricos e movidos a hidrogênio. O primeiro automóvel dessa parceria será uma caminhonete, a Nikola Bladger.

  • O fundador da Nikola disse que, daqui a 10 anos, a empresa será uma das maiores do mundo. Ele ressalta a importância de parcerias e diz que, diferentemente da Tesla, não querer fazer tudo sozinho.

E por falar em Tesla… Na última semana, Elon Musk, o fundador da fabricante de veículos elétricos, testou o carro da concorrente Volkswagen, o ID.3, na Alemanha. Junto com Elon estava o presidente da VW. Clique para ver o vídeo

Uber não poluente: ainda sobre o mesmo tema, a Uber disse ontem que, até 2040, estará completamente livre de emissões de carbono. Para isso, a empresa prometeu gastar US$ 800 milhões para ajudar os motoristas a mudarem para veículos elétricos

Ufa, deu de carros elétricos. O que mais você precisa saber sobre tecnologia? 

Preço do petróleo atinge nível mais baixo desde maio

NEGÓCIOS

A notícia dessa seção não será tão cool, como de costume. Os preços do petróleo nos EUA despencaram 9% ontem, para $ 36,13 o barril, seu pior dia desde meados de maio.

Por que isso aconteceu? A Arábia Saudita, o principal exportador de petróleo e líder da OPEP, reduziu seu preço de venda para a Ásia e para os americanos. Naturalmente, a mensagem passada ao mundo é que a demanda está baixa e a oferta está alta.

Para completar, o último final de semana marcou o fim do verão americano e sinaliza que a demanda será menor pelos próximos meses nos EUA, vez que a tendência é que as pessoas viajem menos e fiquem mais em casa. Quanto menos viagens de avião, menos combustível…

Qual a relevância disso? Se o petróleo está mais barato, reduz-se o custo de produção e transação. Com isso, as margens de lucro das empresas do setor aumentam. Entretanto, uma baixa no preço não favorece economias exportadoras dessa matéria-prima, como é o caso do Brasil.

Adivinha quem isso favorece? Aqueles que importam (compram) muito como China e Estados Unidos. É por isso que dizem que água do rio corre para o mar. risos.

Como foi o primeiro dia de negociação da semana?

ECONOMIA

Depois de alguns dias, nossa seção de Economia está de volta ao padrão. Nessa terça-feira, o Ibovespa fechou em queda de 1,18%, aos 100.050 pontos. O motivo principal é a pressão pela aversão global a riscos. 

  • As tensões entre EUA a China se aprofundaram com o anúncio de Trump em reduzir drasticamente os laços econômicos entre os dois países.

  • Ao mesmo tempo, as ações do setor de tecnologia tiveram forte baixa. A Tesla afundou 21,1%,já a Apple recuou 6,7% e Amazon caiu 4,4%.

  • Além disso, para completar o cenário de incerteza, o preço do petróleo desabou, como explicamos em NEGÓCIOS. 

E no cenário nacional? As sinalizações do governo sobre o controle fiscal continuam no radar dos investidores. No final de semana, Marcio Bittar, relator da PEC do pacto federativo e do Orçamento para 2021, sinalizou que poderá incluir pontos que atinjam os salários mais altos do funcionalismo.

Além disso, o que mais é relevante?

#ShareTHENEWS 📲

Se o que é bom tem que ser compartilhado, queremos ver se somos tão legais assim quanto vocês falam. Agora você pode compartilhar a nossa newsletter diretamente pelo WhatsApp.

Clicou e encaminhou para aquele seu amigo(a), colega de trabalho ou pra qualquer pessoa com quem você queira ser útil e legal.

Afinal, ninguém merece ser o único chato e informado da turma que toma café sem açúcar. Para facilitar, criamos até alguns scripts para você… Escolha o que for mais adequado e compartilhe sem moderação. Já cai direto na edição de hoje para quem recebe. É só clicar e ver a magia acontecer.

Se quiser sugerir alguma chamada (call to action) para amanhã, envie-nos por DM no @thenews.cc e todo mundo vai poder usar sua tag!

Boa quarta e até amanhã!

the news 📬 é sua newsletter gratuita e diária, que tem por objetivo te trazer tudo que você precisa saber para começar o seu dia. Esperamos que tenha se tornado mais informado e inteligente nesses 5 minutos que passou lendo o que preparamos para você!

Notícias, de fato, relevantes sobre as principais atualidades do mundo, do Brasil, tecnologia e do mercado financeiro, sempre nessa ordem. Sempre simples, sempre úteis e enviadas logo pela manhã, para que você tome nota junto com seu café (de preferência sem açúcar).

Compartilhe as notícias de hoje com os amigos, clicando no botão abaixo! Essas notícias podem fazer o dia de alguém melhor! Sempre de segunda a sexta! É só conferir seu e-mail.