como eram suas manhãs?

bom dia. se está ruim pra você, imagina pra quem acorda e não lê o the news. só imagina... como é que a gente vivia antes disso aqui existir? dê essa edição de presente pra alguém. #giftnews

O fim dos biscoitos — ou melhor, cookies

TECNOLOGIA

Preste atenção. O site que sabe de tudo anunciou que não vai mais usar cookies e nem outras ferramentas de rastreamento individual na web. Ele mesmo, o Google.

Você aceita todos os dias e não sabe o que são os cookies?

🍪 = dados que o seu navegador guarda, a pedido dos sites na internet, e dizem muito sobre você, seus hábitos de consumo e de comportamento.

Aos mais exigentes… Imagine Cookies como pequenos pedaços de código que os sites fornecem ao navegador do visitante, fazendo um quebra-cabeça de tudo que você visita, clica e vê ao navegar.

É por isso que você recebe uma oferta de um produto que acabou de colocar no carrinho de outra loja, quando está navegando em um site completamente diferente…

Por que isso é tão relevante? O Google é a maior plataforma de publicidade digital do mundo e 82% do seu faturamento depende disso. Seus anúncios dão resultado por causa dos dados coletados e a novidade pode mudar todo o processo.

Logo de cara, pensamos que os anúncios ficariam menos assertivos, mas eles já estão desenvolvendo uma alternativa mais geral:

A decisão do Google nada mais é que uma resposta às cobranças crescentes sobre privacidade de dados na Europa, nos EUA e até aqui no Brasil, com a LGPD.

O que mais é destaque em tecnologia?

Pfizer, pode mandar tudo pra cá

BRASIL

Ai que vontade de uma Pfizer gelada… risos. O Ministério da Saúde decidiu comprar todas as vacinas disponíveis da Pfizer e da Janssen, braço farmacêutico da Johnson & Johnson, dispensando a exigência de licitação para acelerar o processo.

O impacto disso é enorme, já que: i) mais vacinas = diminuição do contágio = perda da força da pandemia = todo mundo — ou quase todo mundo — feliz e ii) a vacina da Pfizer é a única com registro definitivo no Brasil.

E o medo de virar jacaré? O entrave nas negociações com a Pfizer, até o momento, era a cláusula que livraria a empresa de arcar com os efeitos colaterais do imunizante.

Ansiedade máxima: Se tudo correr bem, os contratos devem ser assinados até o início da próxima semana e, nas palavras de Pazuello, a entrega deve ser feita até maio. Estaria essa entre as top 10 melhores notícias do ano?

O que mais é destaque no país?

Brasileirão na Netflix?

STREAMING

Ainda não, mas o NFL no Amazon Prime está próximo. Aparentemente, a Liga de Futebol Americano — maior audiência do país — está perto de um acordo de direitos de mídia com o serviço de streaming de Jeff Bezos.

A saída gradual dos torneios esportivos das grandes emissoras, atraídas pelo serviço de streaming, é uma mudança e tanto. É só pensar que milhões de fãs do esporte podem ser possíveis novos assinantes do serviço. Uma bela estratégia…

No Brasil, o crescimento dos canais de YouTube de times, simulando uma TV, e o pay-per-view de clubes também sinalizam uma maior independência dos canais tradicionais.

O que é preciso saber no cenário mundial? 🌎

MUNDO
  1. OMS alerta para aumento global de casos de COVID-19 após semanas de declínio

  2. Ideia de ‘passaporte de vacinas’ na Europa aumenta as esperanças dos britânicos para férias de verão

  3. Por outro lado, Alemanha decide prorrogar lockdown até 28 de março

  4. Em mais um dia de protestos, quase 40 pessoas foram mortas ontem em Mianmar

  5. Biden concorda em limitar o número de pessoas que receberão o pacote de ajuda da COVID-19

As visitas ao cardiologista estão em dia?

ECONOMIA

Os day traders quase morreram do coração ontem. Exageros à parte, para o mercado financeiro, a quarta-feira foi marcada por uma palavra: volatilidade.

⬇️ O mercado não gostou da notícia de que São Paulo vai voltar para fase vermelha no sábado, pois fechar o comércio atrasa a recuperação econômica.

⬆️ O presidente da Câmara anunciou que o Bolsa Família não vai ultrapassar o teto de gastos na PEC Emergencial, fazendo quem estava preocupado com o cenário fiscal respirar aliviado. A notícia da compra das doses da Pfizer também animou os Faria Limers.

E o PIB?

O PIB brasileiro no acumulado de 2020 caiu 4,1%, a maior queda em 24 anos. Olhando o copo meio cheio, nos demos melhor que o Reino Unido, por exemplo, que viu seu indicador cair 9,9%. A pandemia não foi fácil para ninguém.

Outro ponto positivo é o crescimento de 3,2% no 4T de 2020, o que quer dizer que a economia estava em retomada no final do ano.

“Eu leio essa seção só para saber do dólar…” A moeda americana caiu 0,03%, cotada a R$5,66.

O que mais é relevante?

the news 📬

Mais inteligente em 5 minutos. Somos uma newsletter gratuita e diária, que tem por objetivo te trazer tudo que você precisa saber para começar o seu dia bem e informado.

Notícias, de fato, relevantes sobre as principais atualidades do mundo, do Brasil, tecnologia e do mercado financeiro, sempre nessa ordem.

Direto na sua caixa de entrada do e-mail favorito, sempre às 06:06. É gratuito e só clicar no botão abaixo.

Gostaria de anunciar conosco? Clique aqui.

Até amanhã, às 06:06

Sempre chegamos a sua caixa de entrada por volta das 06:06. Alguns servidores de e-mail são teimosos e atrasam… Outros são piores ainda e nos jogam para o spam e/ ou promoções. Sempre que não nos encontrar na caixa de entrada, procure nessas duas.